Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

Novas Camisolas num dia de BTT do Melhor !

 

Aí está o video do passeio (espectacular) "Volta à Ilha de Sintra" realizado no dia 27 de Maio de 2012. Juntou 11 pedrAs e serviu, não só para o habitual divertimento,como para a apresentação das novas camisolas oficiais. A seguir ao passeio, hove petiscada "à antiga portuguesa". Do melhor. Penso que não exagero, se afirmar que estamos todos gratos à magnífica iniciativa e acolhimento do Jorge Caiado, a quem desejamos uma rápida recuperação. Amigo, brevemente estarás aí nos trilhos a "dar bigodes" ao pessoal !! Abraços. Obrigado também ao nosso Spielberg, Miguel Romão!

 

FG

publicado por pedramarela às 00:10
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Abril de 2012

25 de Abril à Chuva

     Como por enquanto o 25 de Abril ainda é feriado, lá fomos comemorar a data dando umas valentes pedaladas, com passagem pela Serra da Carregueira, Caneças, Serra de Monfirre, Almargem e Belas. Presentes, para além dos três pedras de serviço (JC, MA e PM), três convidados especiais que vieram abrilhantar esta volta e que esperamos que apareçam mais vezes. Presente também esteve a chuva, que caiu a partiu do meio da manhã, mas que acabou por não nos limitar muito.

 

Serra da Chã, Caneças.

 

 

 

Miguel Suarez com umas rodas maiores que o habitual

 

Outro dos convidados, vindo da Terra da Vera Cruz.

 

 

Descendo para A-dos-Cãos

 

 

 

 

 

O Pedro, o terceiro convidado

 

 

 

Final da manhosa subida que nos leva até Bolores

 

Pedalando ao longo do Parque Eólico de Bolores

 

Serra de Monfirre

 

 

 

 

Alguns problemas mecânicos...

 

...logo aproveitados para o pessoal "dar ao serrote". Bem boas aquelas broas.

 

Descendo a serra debaixo de chuva

 

     PM


publicado por pedramarela às 00:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Abril de 2012

10.000 km em Single-Speed - 08-Abril-2012

Marco geodésico da Pedra Amarela.

 

    Pois é, como estava longe de imaginar naquele dia 9 de Janeiro de 2009, quando estreei a minha Surly 1x1 numa voltinha até ao Estádio Nacional, que, passados pouco mais de três anos, já levaria 10.000 km a pedalar sem mudanças, pelos terrenos mais variados.

     Nestas 675 horas a pedalar em 32x18, já dei cabo de dois avanços, dois v-brakes, um prato de 32, um carreto de 18, uma corrente, um aro da roda de trás, um cepo da roda de trás, um eixo pedaleiro, vários pneus, vários raios e várias mudas de calços de travão. Mas do que não consegui ainda dar cabo, foi do enorme gozo que me continua a dar o desafio que é pedalar em single-speed.

     A data foi devidamente comemorada com uma voltinha até à Serra de Sintra, cujo principal ponto da "ordem de trabalhos" era uma segunda tentativa de subir ao marco geodésico da Pedra Amarela pelo lado Sul (o lado "dos Homens"). Esse objetivo foi concretizado a 99%, já que, na última curva, ao passar os benditos regos do costume, tive de colocar o pé direito (mas só o direito) no chão durante uns segundos (mas só uns segundos). Já não me lembrava nos últimos tempos de ter a frequência cardiaca tão elevada. Uma autêntica "Via Sacra", ou não estivéssemos na Páscoa.

     Aguardo ansiosamente pelos próximos 10.000 km a pedalar, ora que nem um doido, em grande frequência, nas zona planas, ora à força máxima, nas subidas.

 

Quinta do Pisão, Cascais. A 1x1 a ser devidamente puxada.

    

     PM

tags: ,

publicado por pedramarela às 00:25
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

SSintra, 26-02-2012

     Mais uma volta na Serra de Sintra em SS, na companhia do M. Antunes e do Gusto.

     Foram três os ossos duros de roer em 32x18 que se apresentaram ao longo dos cerca de 75 km desta volta. O primeiro,a emblemática subida a partir da barragem da Ribeira da Mula, até ao marco geodésico da Pedra Amarela, foi uma estreia com a 1x1. Apesar dos regos e do piso solto me terem parado a cerca de 20 m do topo, deu para tirar as medidas. O segundo, outra estreia, foi a inclinadíssima rampa da Ulgueira. Finalmente, o terceiro, foi a subida da Tapada dos Canudos.

     Estas voltas com a SS acabam sempre por constituir um desafio aliciante e por ser divertidas. Fico à espera (pelo sim, pelo não, sentado) que os restantes possuidores de bikes sem marchas (como diriam os brazucas) não as deixem a criar pó e as tragam para o monte.

 

Ao longo da Ribeira de Manique

 

Ribeira da Penha Longa

 

Pisão

 

Subida Sul para o marco geodésico da Pedra Amarela, ...

 

... o chamado "lado dos Homens"

 

Penedo de Alvante ao fundo

 

Inclinação upa, upa

 

Marco geodésico da Pedra Amarela (406 metros), ...

 

... no Cabeço da Raposa

 

Decoração Outono/Inverno 2012

 

Vista para o Monge

 

Ursa

 

 

 

 

Fojo da Adraga

 

Praia da Adraga

 

 

 

 

 

 

Estradão que liga a Almoçageme

 

Final da rampa manhosa que nos leva até à Ulgueira

 

Farol do Cabo da Roca ao longe

 

Azulejo junto ao portão de uma casa na Ulgueira. Aviso para a ratalhada.

 

     PM

tags: , , ,

publicado por pedramarela às 23:54
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 18 de Fevereiro de 2012

Sintra - 17-02-2012

     Algumas fotos da volta que eu, o MAntunes e o Gusto demos na sexta passada.

     Ponto de encontro em Sintra, vindo cada um a pedalar de sua casa.

     Passagem por várias praias: Adraga, Ursa, Abano e Guincho.

 

Adraga

 

 

Ursa

 

 

 

 

 

Subida para a Ulgueira

 

 

Caminho do Rio Touro

 

 

Azoia

 

 

 

 

 

 

 

Abano

 

 

 

Pisão

 

 

Atrozela

 

 

     PM


publicado por pedramarela às 21:31
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 11 de Fevereiro de 2012

Arrábida - 10-02-2012

     Após mais de seis meses sem lá pedalar, voltámos finalmente à Arrábida, onde realizámos a nossa volta de sexta feira passada.

     Presentes os pedras P.Mateus, J.Caiado, M.Romão, M.Antunes, Gusto e Carlos "Lenda", tendo ficado a organização a cargo destes dois últimos. Presente também o Marco Barata, com quem já não pedalava à uns anitos.

     O dia esteve magnífico, com um sol radioso e uma temperatura bastante suportável, não se confirmando o frio de rachar previsto, que nos vinha a fustigar nos últimos dias.

     Esta volta estaria previsto ter cerca de 100 km e passar pelos castelos de Palmela, Setúbal e Sesimbra. No entanto, a necessidade de fazer reagrupamentos regulares obrigou a alguns reajustamentos. Fizémos assim, apenas pouco mais de 70 km, com 1700 m de acumulado de subidas e não passámos por Setúbal nem por Sesimbra.

     Mesmo assim fizémos muitos dos magníficos singles da Arrábida e desfrutámos de muitas das suas belíssimas paisagens, com especial destaque para a passagem no antigo caminho dos monges que passa abaixo da quinta D'el Carmen.

     No final, a organização, na pessoa do Carlos "Lenda", redimiu-se dos dois catelos em falta, ao fornecer banhos, seguidos de um lanche onde nada faltou.

 

Calçada romana de Palmela, com vista para a subida da "Jibóia".

 

O clássico trilho dos moinhos, na Serra do Louro, em Palmela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Trilho do tanque

 

 

 

Casais da Serra. Já cá faltava a paragem no cafézito...

 

Estrada dos Casais de Calhariz

 

 

Pedreiras

 

 

 

Vista da Falésia do Risco e da Serra da Arrábida

 

J. Caiado, Gusto, M. Antunes, M. Romão

P. Mateus, Carlos "Lenda" e Marco Barata

 

 

Descida da pedreira do Risco

 

 

 

Vale do Risco

 

 

 

 

"Não me digam que vamos subir aquilo!?"

 

 

 

 

 

Concentração e esforço...

 

...no início do pedregoso e difícil, mas magnífico trilho dos monges

 

 

Parte do trilho coberta por densa vegetação

 

 

 

 

A serpentear por entre os ramos

 

Península de Tróia à vista

 

 

Foto gentilmente cedida pelo "O Meu Admirável Cantinho"

 

 

Já na estrada que passa pelo alto da Arrábida

 

Sempre a subir

 

Novo caminho de progressão difícil, mas magnífico. Agora a descer.

 

 

 

 

 

 

 

Reagrupamento no Vale de Barris

 

Nova passagem pela romana

 

Deliciosas "pedaladas" finais, amavelmente preparadas pelo Carlos e pela esposa

 

     PM

tags:

publicado por pedramarela às 21:03
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 5 de Fevereiro de 2012

Moinhos da Raimonda - 05-02-2012

     Não fossem as temperaturas ainda a atirar para o frescote e, tendo em conta o magnífico dia de sol que esteve hoje, nem pareceria que estamos no Inverno.

     Apesar das poças geladas, a temperatura contudo já teve uma subida significativa com a acalmia dos ventos gelados oriundos da Sibéria que sopraram desde sexta.

      Um dos pontos de interesse da minha volta de hoje, foi ter passado na pequena localidade da Raimonda, onde nunca tinha pedalado, situada entre Anços e o Lexim.

     Deixo aqui algumas fotos, mais viradas para a paisagem dada a falta de modelos dispostos a pedalar.

 

Single no Cacém, coberto de geada

 

Poça de lama congelada na Serra da Carregueira

 

Vale da Calada. Ao longe, Monte Funchal, Serra de Monfirre, Monte Rebolo e Serra de Olelas.

 

 

Ribeira dos Tostões e Monte Funchal, vistos a partir de Anços

 

Penedo do Lexim

 

Caminho que conduz ao Penedo do Lexim

 

Raimonda - O Abrigo do Jumento

 

Contraste entre um dos velhos moinhos de vento da Raimonda e os modernos aerogeradores da serra do Funchal

 

 

     PM


publicado por pedramarela às 21:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 29 de Janeiro de 2012

Arruda/Montejunto - 26-01-2012

 

 

     Na volta desta sexta, voltámos a seguir um track dos "Saloios à Descoberta", desta vez o Arruda/Montejunto, na sua versão 2008.

     Basicamente, é uma volta circular a partir da Arruda dos Vinhos, que compreende a subida, e consequente descida, ao alto da Serra de Montejunto, o ponto mais alto da Estremadura. Ao alto não é bem assim, já que subimos apenas até aos 550m, em vez dos míticos 666m.

     Ao trio maravilha, JC, PM e Gusto, juntou-se uma das últimas aquisições pedrAmarela, o Carlos Lenda, vindo expressamente da margem sul para esta exigente incursão.

     Mais uma vez, o track utilizado já apresentava sintomas de estar fora do prazo de validade, com alguns caminhos a serem tragados pela vegetação e outros, como o da descida da serra, a já terem visto melhores dias. Mas tudo se foi fazendo, ora arranjando caminhos alternativos, ora utilizando mais a caminhada com a bike às costas como forma de progressão.

     A ascensão de Montejunto fez-se a partir de Vila Verde dos Francos, com o assalto final a partir de Tojeiras (190m de altitude). Este começou, dentro da localidade, com umas rampas em alcatrão bem inclinadas, que rapidamente deram lugar a caminhos que conjugavam a grande inclinação com muita pedra solta e que nos obrigaram a uma valente caminhada.

     A descida foi feita por um lindíssimo single que provavelmente em 2008 estaria em melhores condições, mas que agora se apresentava muito cavado pelas chuvas e com muita pedra à mostra, brindando-nos com mais uns períodos de caminhada.

     Mais um valente dia de BTT, com cerca de 75 km percorridos e 2200 m de acumulado de subidas.

 

 

 Subindo a partir da Arruda.

 

 

 

 

 

Caminho fechado.

 

Toca a voltar para trás.

 

Objetivo à vista.

 

 

 

Poucos metros à frente fomos forçados a parar - furo na roda de trás da bike do fotógrafo.

 

 

Carlos Lenda, vindo diretamente do deserto da margem sul.

 

 

 

 

 

Gusto, no final da difícil e técnica subida até ao Parque Eólico do Alto da Folgorosa.

 

JC postando em direto para o Facebook, enquanto aguardamos que o Carlos resolva um problema técnico.

 

Problema resolvido (mais um furo). 

 

O causador do furo.

 

Descida a partir do parque eólico.

 

 

 

 

Passagem junto às ruinas do Castelo de Vila Verde dos Francos.

 

 

 

 

 

Perto de Avenal.

 

Já na subida de Montejunto, após Tojeiras, mais um engano. JC volta a descer o que tanto custara a subir.

 

A pedra solta começa a dificultar bastante a progressão.

 

Pedra e mais pedra.

 

 

Ora se pedala...

 

...ora se caminha.

 

 

Vistas cada vez mais largas, à medida que subimos.

 

 

 

Vai-se variando a metodologia de transporte da bike.

 

 

Final dos calhaus, voltamos a pedalar.

 

 

 

Já na estrada, quase no final da subida.

 

Junto ao quartel. Gusto, Carlos, PM e JC.

 

Preparação para a descida.

 

 

Início do single por onde descemos.

 

Mais uma bela caminhada.

 

Exemplo da acidentada orografia da zona da Azedia.

 

Gusto vais subindo, com Montejunto outra vez já bem distante.

 

 

Ruinas da Quinta do Falcão, perto de Santana da Carnota.

 

     PM


publicado por pedramarela às 17:25
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Janeiro de 2012

Malveira/Arruda/Sobral - 19-01-2012

     Nova volta com partida e chegada na Malveira, mas bastante diferente da anterior. É que se na semana passada a dificuldade derivava mais da distância, sendo o percurso mais para o rolante, desta vez, embora o percurso fosse mais curto, era duríssimo. O sobe e desce era constante, sendo frequentes as rampas com grande inclinação, algumas delas com pisos bem pastosos e escorregadios. A juntar a isso e estando nós numa região ainda com bastante agricultura, apanhámos várias zonas com o piso em muito mau estado, devido à passagem de tratores e outros veículos agricolas em zonas com água.

     Apesar das dificuldades, estava quase tudo ciclável (havendo pernas), sendo este percurso bastante bonito e variado. Subidas, descidas, estradões, singles, zonas de vegetação cerrada, zonas mais abertas, pisos secos, grandes lamaçais, apanhámos um pouco de tudo, numa alternância constante e, por vezes, inesperada.

     Outro atrativo desta volta é o fato de se desenrolar maioritariamente em campo e áreas agicolas. Tirando a Malveira, todas as povoações pelas quais passamos são de pequeno porte e pacatas, pedalando quase sempre em zonas isoladas. Acabamos mesmo por não passar na Arruda nem no Sobral, mas apenas nos seus arredores.

     Terminámos com um registo de 75 Km bem durinhos. O acumulado de subidas ultrapassou ligeiramente os 2000 m.

 

Primeiras pedaladas em terra, após a Venda do Pinheiro.

 

 

Arranja-me aí uma braçadeira ou passas o resto da volta a apanhar o meu GPS.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Louriceira. Sociedade Recreativa Louricense.

 

 

 

 

 

 

 

Arruda dos Vinhos.

 

O single bem escorregadio que nos conduziu até Pé do Monte.

 

Gusto sobe após Pontes de Monfalim.

 

Uso alternativo para o suporte do GPS.

 

Montejunto. Fica para a próxima.

 

 

Capela de Nossa Srª dos Milagres, perto de Folgorosa.

 

PM, JC e Gusto. 

 

Vista a partir da capela.

 

 

 

 

 

 

 

 

Passagem sob a Linha do Oeste junto a Dois Portos.

 

 

JC subindo para a Ribaldeira.

 

 

Limpezas no caminho enlameado e peganhento que sobe da Ribaldeira para a Portela do Bispo.

 

Esta subida foi um osso duro de roer. Primeiro a lama...

 

...depois a inclinação.

 

 

Passagem sob a A8 junto à Serra do Socorro.

 

Subir a Serra do Socorro custa menos que fazer estas rampas.

 

Final da dificílima subida, após São Sebastião e que nos conduz...

 

...ao Forte Grande da Enxara dos Cavaleiros.

 

 

Subidas com pisos escorregadios e demasiada potência nas pernas...

 

...nem sempre se dão bem.

 

 

 

Após Vila Franca do Rosário.

 

Passagem sob a A21. Terrenos muito agrestes antes da Malveira.

 

Contraste entre a bela sapatilha branca do JC e os restos da limpeza dos sapatos do Gusto.

 

     PM


publicado por pedramarela às 17:41
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Janeiro de 2012

Malveira/Santa Cruz - 13-01-2012

     Mais uma jornada de BTT à moda antiga, com 120 km e cerca de 2000 m de acumulado de subidas, feitos quase de sol a sol.

     Volta circular, com partida e chegada na Malveira e passagem pela praia de Santa Cruz.

     Pena que alguns atrasos e os dias mais curtos do Inverno tenham obrigado a alterar o final e a terminar por estrada. Cada vez me convenço mais que estes tracks gps deviam ter prazo de validade. Evitava-se assim o aparecimento de obras, lagoas, casas, vedações e mato cerrado, onde deviam estar belos e desimpedidos caminhos. É caso para perguntar, onde é que anda a ASAE?

     Participaram nesta aventura os Pedras PM, JC e Gusto, aos quais se juntou o convidado Carlos Parente. De realçar a atitude do Carlos que, apesar de pouco habituado a estas distâncias e do belo empeno a que foi sujeito, se portou à altura. Um exemplo para muitos marmanjos que por aí andam.

 

Início inspirador na Malveira.

 

Os belos trilhos junto a Jeromelo.

 

 

 

Serra do Socorro no horizonte.

 

As Linhas de Torres sempre presentes. Forte Grande da Enxara dos Cavaleiros.

 

Povoação de S. Sebastião no sopé da Serra do Socorro.

 

 

 

 

 

Início do lindíssimo trilho, já perto de Torres Vedras, que segue ao longo da linha do comboio ...

 

... e nos leva até ao "Estabelecimento Balnear e Hydrotherapico dos Cucos".

 

 

 

Estufas de morangos a perder de vista.

 

 

 

 

Subida antes de Maceira.

 

Após Maceira, já perto das falésias e do mar.

 

 

 

Carlos Parente, JC, Gusto e PM, na praia de Porto Novo (onde se deu o desembarque das tropas britânicas que viriam a combater na batalha do Vimeiro).

 

Foz do Rio Alcabrichel.

 

 

 

Praia de Santa Rita

 

 

 

 

 

 

Santa Cruz.

 

Ribeira de Pedrulhos.

 

A difícil subida da Ribeira de Pedrulhos para Casais da Cruz.

 

Único abastecimento do dia.

 

Descontraindo as pernas.

 

Corrente partida na bike do Carlos.

 

Descida em calçada perto de Varatojo.

 

 

 

 

Raios partam o track.

 

 

Caminho cortado por uma casa nova e respetiva vedação ...

 

... a obrigar a andar para a frente e para trás durante um bom bocado. 

 

A partir daqui, após Torres Vedras, o cair da noite obrigou-nos a voltar por estrada.

 

PM


publicado por pedramarela às 21:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.pedrAmarela BTT

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Novas Camisolas num dia d...

. 25 de Abril à Chuva

. 10.000 km em Single-Speed...

. SSintra, 26-02-2012

. Sintra - 17-02-2012

. Arrábida - 10-02-2012

. Moinhos da Raimonda - 05-...

. Arruda/Montejunto - 26-01...

. Malveira/Arruda/Sobral - ...

. Malveira/Santa Cruz - 13-...

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds