Domingo, 20 de Fevereiro de 2011

À Conquista do Oeste VI - Montachique - 2/Fev.

     O objectivo para esta sexta etapa estava claramente definido à partida. Era subir ao alto do Cabeço de Montachique, o ponto mais alto do concelho de Loures, com 409 m (não é o monte Serves, como erradamente tinha referido noutro post, que, com os seus 358 m, é afinal o ponto mais alto do concelho de Vila Franca de Xira).

     Refira-se que já lá tinha estado uma vez, em Junho de 2008, numa volta então engendrada pelo PF. Refira-se também que esta volta, não sendo a mais longa desta saga, foi até ao momento das mais massacrantes, já que contou com a inclusão de mais troços fora de estrada (alguns bem durinhos).

     Como de costume seguimos até à prisão da Carregueira, a seguir à qual adicionámos novo troço de terra, seguindo pelo Belas Clube de Campo. Após o estradão das eólicas de Almargem, continuámos fora de estrada, passando pelo Monte Rebolo, praticamente até Santa Eulália.

 

 

Passagem pelo Monte Rebolo. Antenas de Alfouvar e Casal do Rebolo, à esquerda. Monte Funchal, em frente.

     Em santa Eulália, em vez seguirmos em direcção à Malveira, virámos para Monfirre, descendo ao lado da serra com o mesmo nome e passando na povoação do Bocal.

     Pouco antes da Ribeira de Lousa, saímos desta estrada (que é bastante sinuosa) e começámos a subir para o lugar de Fontelas, na tentativa de chegar a Lousa sem passar pela EN8. Aqui, apesar de alguns enganos no caminho, fomos agradavelmente surpreendidos pela dureza da subida e pela beleza da paisagem. O Cabeço de Montachique já estava à vista.

     A descida para Lousa foi feita por um belo trilho. Colocavam-se agora duas opções para transpor a A8 e chegar a Montachique. Ou seguíamos pela nacional 8, ou tentávamos uma passagem mais alternativa subindo o monte que fica entre Lousa e a A8, pela rua da Carrasqueira. Escolhemos a segunda opção, o que nos levou a fazer um caminho cheio de calhaus.

Subida para Fontelas.

Cabeço de Montachique visto de Fontelas.

Como o mundo é pequeno.

Explorando uma ligação à Ribeira de Lousa.

...aqueles que antes quebrar que torcer.

Início de descida para a Lousa.

Chegada a Lousa.

Fábrica de bicicletas Masil.

     Despachados os calhaus, passada a A8 e já na aproximação final ao cabeço, passámos pelas ruínas do chamado sanatório Grandella ou Albergaria. Este edifício que nunca foi concluído, foi construído num terreno cedido em 1918 pelo Sr. Francisco Grandella (conhecido principalmente devido aos armazéns com o seu nome). Ao que parece, a zona era conhecida então pelos seus bons ares, havendo várias estruturas destinadas ao tratamento de doenças infecto-contagiosas.

     O dia estava magnífico, sem vento, com sol e com uma temperatura agradável, fazendo com que as vistas que se tinham do alto dos mais de quatrocentos metros do nosso objectivo fossem bastante amplas.

     Este cabeço faz parte de uma antiga chaminé vulcânica, onde ainda são visíveis fragmentos do seu manto basáltico e estava integrada na segunda linha do sistema defensivo das Linhas de Torres, constituindo uma das suas estações de comunicações.

Aproximação ao cabeço.

Sempre a subir.

Ruínas do Sanatório Grandella.

Marco Geodésico do Cabeço de Montachique. 409m de altitude.

Mais uma conquista. Montemuro e Funchal no horizonte.

Lousa e a passagem sobre a A8.

Montachique e vista para norte.

     Após breve passagem junto ao Parque Municipal do Cabeço de Montachique, resolvemos alargar um bocado a volta, passando por Ribas, Freixial, Vale de São Gião e Montachique. É uma estrada muito calma, com ambiente bem campestre e que nos trouxe de novo a Lousa.

     Estávamos agora na EN8, que queríamos evitar, um bocado indecisos sobre o caminho a tomar. Começámos então a dirigir-nos em direcção ao nosso conhecido Monte Funchal, seguindo um magnífico e difícil caminho que subia através de um bosque e que nos levou até à povoação de Montemuro.

     Acontece que esta povoação fica junto daquele que é um dos pontos mais altos do Concelho de Mafra (alto de Montemuro – 428 m), pelo que a subida até ao topo foi inevitável. Aliás, se não me falha a memória, acho que já há uns anitos por ali tinha pedalado.

     Do topo do Montemuro voltamos a ter umas belas vistas. Lá se encontram duas eólicas, um moinho e umas construções muito características.

Subindo o Montemuro.

Ao longe, Montejunto. Um dos nossos próximos objectivos.

MG de Montemuro, cristo rei, carroça, camelo, poço, bola...

Serra do Funchal.

Moinho recuperado.

Ah Leão!

Quinta da Laurinha (A Manica)

 

Se tu és um bom amigo,

entra já que a casa é tua,

se não és também te digo,

é bem melhor

ficares na rua!

Vista da Serra de Sintra a partir de Montemuro.

     Deixando para trás a segunda conquista do dia, descemos de novo até ao Bocal, por estradas ermas e secundárias, para subirmos depois até Santa Eulália. Nova passagem pelo Rebolo e por Almargem. Regresso por Aruil, Dona Maria, Carenque, Queluz e Queluz de Baixo.

     Mais uma bela volta, desta vez com a componente BTT a ser aumentada.

 

     Dados GPS:

  * Distância 95,5 Km;

  * Tempo Desloc. 5h55';

  * Tempo Parado 18':08"';

  * Média Desloc. 16,2 Km/h;

  * Média Geral 15,4 Km/h;

  * Desnível Acomulado 2107 m;

  * Elevação Máxima 433 m (Montemuro).

 

     PM


publicado por pedramarela às 23:26
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De paulo a 25 de Fevereiro de 2011 às 23:01
Companheiro como foi delicioso lêr a tua cronica fez me voar nos trilhos do meu quintal, eu vivo em loures e conheço alguns trilhos mas afinal tu conheçes mais porque eu não consigo ligar montachique á serra de lousa em trilho etc.
FAço alguns que ligam Fanhões a bucelas/arruda etc
Um abraço e quem sabe podia mos um dia pedalar juntos.
Um abraço


Comentar post

.pedrAmarela BTT

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Novas Camisolas num dia d...

. 25 de Abril à Chuva

. 10.000 km em Single-Speed...

. SSintra, 26-02-2012

. Sintra - 17-02-2012

. Arrábida - 10-02-2012

. Moinhos da Raimonda - 05-...

. Arruda/Montejunto - 26-01...

. Malveira/Arruda/Sobral - ...

. Malveira/Santa Cruz - 13-...

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds