Domingo, 4 de Dezembro de 2011

Montemuro, 4 de Dezembro de 2011

 

     Mais uma voltinha maioritariamente em estrada, feita desta vez na companhia do Miguel Antunes e que teve como principal atração a subida ao alto de Montemuro.

     Estas voltas de estrada, como já referi anteriormente, têm a grande virtude de permitirem chegar mais rapidamente a determinadas zonas, aumentando assim o nosso raio de ação e permitindo-nos pedalar em locais onde normalmente não chegaríamos se utilizássemos exclusivamente caminhos fora de estrada. Permitem também evitar os lamaçais de inverno, embora não tenha sido esse o objectivo.

     Já na sexta passada, quando os meus queridos colegas de pedalada me deixaram a pedalar sozinho, tinha feito uma volta de estrada cujo ponto alto foi, seguindo o belíssimo vale que segue de Cheleiros até ao Carvalhal, subir a partir desta última localidade até Igreja-a-Nova, subida essa que foi uma estreia para mim.

     Desta vez decidi voltar ao Montemuro, zona muito interessante à qual raramente nos deslocamos. Mais uma vez com dificuldade em ter quórum, apenas consegui convencer o Miguel Antunes a acompanhar-me.

     A parte inicial da volta foi feita por estrada até à Morelena, de onde ligámos para Anços, com passagem pelo Casal das Vivas e pelo Casal dos Gosmos. A ligação a Cheleiros fez-se pelo estradão que vem da Ribeira dos Tostões.

     Após subirmos ao Penedo do Lexim, descemos pela Arrifana e por Alcainça, contornámos o monte Funchal e subimos até à Avessada. Daqui seguimos até às Galés, Santo Estevão das Galés e Rogel. A maioria destas estradas são bastante  secundárias, com pouquíssimo trânsito e têm um percurso sinuoso muito bonito e interessante.

     Feita a subida ao alto de Montemuro, um dos pontos mais altos do concelho de Mafra (428 metros) e de onde se tem uma magnífica vista, fartámo-nos de descer, com passagem pela Choutaria, até ao Bocal, já perto da Ponte de Lousa. Seguiu-se nova subidona, desta vez até Santa Eulália, passando pelo Vale do Inferno e por Monfirre.

MA na subida para o alto de Montemuro, com o monte Funchal ao fundo

 

Vista do Montemuro para a serra de Sintra

 

Vista na direção da serra de Monfirre

 

 

Portal da Igreja de Santa Eulália, edificada em 1466.

 

     Caso curioso e do qual só hoje tive conhecimento, é que a pequena aldeia de Santa Eulália, pela qual passamos frequentemente nas nossas deambulações ciclistas, pertence simultaneamente a duas freguesias e a dois concelhos (Almargem do Bispo/Sintra e Santo Estevão das Galés/Mafra).

     Regresso por Almargem, Aruil, Dona Maria, Carenque e Queluz.

     Mais uma bela manhã a pedalar, na qual o Miguel deve ter feito quase cem quilómetros.

 

     PM


publicado por pedramarela às 18:26
link do post | comentar | favorito
|

.pedrAmarela BTT


. sobre nós

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Novas Camisolas num dia d...

. 25 de Abril à Chuva

. 10.000 km em Single-Speed...

. SSintra, 26-02-2012

. Sintra - 17-02-2012

. Arrábida - 10-02-2012

. Moinhos da Raimonda - 05-...

. Arruda/Montejunto - 26-01...

. Malveira/Arruda/Sobral - ...

. Malveira/Santa Cruz - 13-...

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds