Sábado, 30 de Janeiro de 2010

II BTT Lagoa do Calvo

 

Realizou-se na Lagoa do Calvo, no passado dia dezassete de Janeiro, a quarta maratona de Inverno a receber a nossa visita. Mais uma no “deserto” da margem sul, desta vez na freguesia do Poceirão. A organização esteve a cargo da Sociedade Recreativa e Instrutiva 1º de Maio.

Curiosamente, mais um evento rotulado como passeio, mas com registo de tempos de chegada. Até contrataram uma empresa para fazer as classificações. Pela nossa parte, tudo bem, já que o objectivo da nossa participação era fazer um treino mais puxadito e o registo de tempos sempre espicaça mais o andamento. Agora que é algo contraditório, lá isso é.

De qualquer maneira, o percurso estava marcado e o andamento era livre, pelo que cada um encarava a sua participação como bem entendia (passeio, treino, competição, competição consigo próprio, aquecimento para o almoço, etc.).

Aos três fregueses do costume (JC, PM e RV), juntou-se desta vez o PF que já andava afastado destas lides há algum tempo. No entanto, parece que não apreciou muito a experiência, já que desde então tem estado incomunicável. O RV, que só tem pedalado dentro de casa este inverno, aproveitou para sair do ginásio e respirar um pouco de ar puro.

 

RV, JC, PF e PM

 

A inscrição ficou em dezoito euros, na opção com almoço incluído.

O secretariado funcionou na sede da associação e foi rápido e atencioso. Como o número de inscrições era limitado a 250, também não se esperava nenhuma confusão. Para além de uma t-shirt, ainda nos deram um pequeno-almoço à base de chá e bolo.

A partida foi dada a horas, após breves discursos do Presidente da Associação e do Presidente da Junta, onde, entre outros assuntos, foram enaltecidas as qualidades dos vinhos da região.

 

Zona de Meta

 

Havia duas opções de percurso, uma com 40 km e outra com 70 (a nossa opção). Este, como previsto, era bastante rolante, tendo cerca de 286 metros de acumulado de subidas em 66,5 km.

Mas a altimetria como é sabido não diz tudo. E posso dizer que achei o percurso duríssimo. Primeiro, porque o piso estava muito pesado devido às chuvadas dos últimos meses. Havia inúmeras poças de água/lama, algumas com mais de vinte metros de extensão, que eram impossíveis de evitar e que me deram cabo da transmissão. Segundo, porque, mesmo sendo maioritariamente em estradão, o piso tinha muitas zonas de areia que dificultavam imenso a progressão. Terceiro, porque a organização escolheu algumas zonas que, apesar de bastante interessantes e sinuosas (parecia um circuito de XCO), com a lama se tornavam muito difíceis quer para o físico, quer para a mecânica. Lembro-me de uma rampa inclinadíssima e impossível de subir a pedalar, na qual, para cada dois passos a subir, deslizávamos um para baixo.

 

 

Outro problema foram as marcações. Algumas eram pouco visíveis e outras não existiam, segundo dizem, arrancadas por alguns “engraçadinhos”.

Pouco após a partida, o PF e o RV ficaram para trás e segui juntamente com o JC. Ainda nos enganámos duas vezes, por falhas de marcação. Seguimos sempre juntos até perto dos 50 km, onde o JC se lembrou de fazer uma das suas famosas acelerações e me deixou para trás.

Já perto da meta, uma situação recorrente. O JC reaparece vindo de trás. Tinha-se enganado no percurso mais uma vez. Ainda fez um sprint final, do qual me abstive.

Na parte final não encontrámos marcações e, como muitos outros participantes, entrámos na zona de meta no sentido contrário.

Terminei com um raio partido na roda da frente e com grandes limitações na transmissão (qualquer subida da treta tinha de ser feita a pé).

Estavam inscritos 270 atletas, dos quais 162 terminaram os 40 km e 58 os 70 km. O primeiro classificado dos 70 km fez 3:05:03. A prestação pedrAmarela foi a seguinte: JC 10º (3:19:33); PM 12º (3:20:03); RV 16º (3:33:40) e PF 33º (3:53:55).

 

Classificações do "Passeio"

 

Os banhos foram no Poceirão, num balneário pequeno e apinhado, para onde os participantes eram transportados num autocarro da organização.

O almoço decorreu na sede da Associação, sendo o menu composto por: sopa caramela, bufete de carnes frias, massada de carne, salada de frutas, bolo, água, sumos e “pomada” da região.

 

PM

 

tags:

publicado por pedramarela às 18:03
link do post | comentar | favorito
|

.pedrAmarela BTT


. sobre nós

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Novas Camisolas num dia d...

. 25 de Abril à Chuva

. 10.000 km em Single-Speed...

. SSintra, 26-02-2012

. Sintra - 17-02-2012

. Arrábida - 10-02-2012

. Moinhos da Raimonda - 05-...

. Arruda/Montejunto - 26-01...

. Malveira/Arruda/Sobral - ...

. Malveira/Santa Cruz - 13-...

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds