Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Balanço do Mês de Fevereiro

 

 

Quando ouço certo pessoal queixar-se que este Inverno está a ser muito rigoroso e que já não pedala há um mês por causa da chuva e do frio, não posso deixar de achar alguma graça.

É verdade que o Inverno está a ser tramado. Frio, chuva, vento e lama não têm faltado. Mas fazendo o balanço do mês de Fevereiro, constato que fiz todas as minhas saídas de BTT previstas, tendo sido raríssimos os dias em que apanhei muito frio ou chuva.

Podem dizer que tive sorte e que muitas das vezes arrisquei-me a levar com umas valentes cargas de água em cima. É verdade, mas quem não arrisca não petisca. Podem dizer que não é muito agradável pedalar com este tempo incerto e com os trilhos todos molhados e enlameados. Também pode ser verdade, mas só custa arrancar. Depois de aquecer, após ser ultrapassada a barreira psicológica das primeiras aragens frias, dos primeiros salpicos e das primeiras poças de lama, encontramos o nosso ritmo e a coisa até é divertida. Especialmente com a dose certa de motivação e com a roupa adequada. Podem ainda argumentar que andar com esta lama toda dá cabo do material. Não deixa de ser verdade, mas podemos sempre fazer algumas adaptações aos percursos a utilizar, escolhendo aqueles que criam menos lama (tipo Sintra), ou então optar por utilizar a bicicleta mais adaptada e divertida para estes pisos pesados, que como já devem ter adivinhado é a single-speed.

Em Fevereiro fiz 12 saídas de BTT, nas quais percorri 705 km. Pedalei durante 44 horas, das quais só em 15 minutos é que apanhei chuva da grossa. E porque quis. Só no Domingo de Carnaval é que esteve mesmo frio.

Pedalei 5 vezes no Estádio Nacional (zona de lama), 1 vez em Monsanto (zona de lama), 1 vez em Caneças (zona de lama), 1 vez na Carregueira (zona de lama) e 4 vezes e Sintra (zona que cria pouca lama).

Dois terços destas saídas foram feitas a solo. Dois terços destas saídas foram feitas de single-speed, a melhor amiga da água e da lama.

Espero que durante o mês de Março possa manter este ritmo de treino, ou mesmo aumentá-lo, já que a primeira etapa do Geo-Raid (S. Pedro do Sul) é já no início de Abril.

Nesta semana, onde pedalei duas vezes no Estádio e uma em Sintra, apanhei com a primeira grande carga de água na cabeça.

Na terça-feira, vinha eu do Estádio todo contente e enlameado, onde tinha arrasado com os trilhos todos, quando, após passar o túnel da Cruz Quebrada, reparo que o tempo estava com muito mau aspecto na direcção de Carcavelos. Começa então a cair uma chuva forte puxada a vento. Podia ter-me abrigado no túnel, mas optei por continuar. Foram cerca de quinze minutos até Laveiras, contra o vento e debaixo de chuva torrencial. O que vale é que não estava frio e sempre deu para lavar a bike (e a mim).

Sexta-feira foi dia da volta das subidas em Sintra, arrancando a pedalar de casa. O tempo esteve óptimo. Desta vez tive a companhia do Jorge Caiado e do Nuno Diniz. O JC, apesar de estar a treinar mais corrida, aguentou-se bem como de costume. Já o Nuno, não tem feito o trabalho de casa e teve alguns problemas (leia-se empeno). A última vez que o tinha visto assim (tipo zombie) foi quando da sua entrada naquele café em Sintra, durante a realização do saudoso S3K. Mas o que interessa é que saiu do conforto dos lençóis e foi pedalar. E o resto é conversa.

Hoje, fiz mais uma incursão ao Estádio. Apesar do dia ter amanhecido sequinho, o Windguru dava 1 mm de chuva para as 9h00 e o dobro para o meio dia. Estava eu todo equipadinho a tomar o pequeno-almoço, quando, às 8h20, começa a trovejar e a chover com força. Só lá para as 9h00 é que parou de chover e arranquei. Escusado será dizer que o Estádio estava um enorme lamaçal. Mas, como sempre, foi divertido e a SS esteve como peixe na água. Até consegui bater o meu record de média para esta volta, ultrapassando a mítica barreira dos 18 km/hora. Tinha acabado de chegar a casa, às 12h00 em ponto, começa a chover. Mais precisão do que isto é impossível.

 

 

A título de curiosidade, ontem retomei as minhas corridas na praia (as do monte nunca as deixei). E não podia ter escolhido melhor dia. Alerta laranja, a marginal cortada por causa das vagas que a invadiam e uma ventania ciclónica. Carcavelos estava toda branca, da espuma que era espalhada pelo vento. Coisas destas não se vêm no ginásio.

 

PM

 


publicado por pedramarela às 21:05
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Carnaval em MonSSanto

 

O Domingo de Carnaval assistiu a mais uma incursão singlespídica a Monsanto, que contou com a presença de três ilustres cultivadores da arte (ou pancada) de pedalar sem mudanças (Marco Messias, Pedro Mateus e Rui Algarvio). Compareceu também o Nuno Diniz, de multi-speed, que já não pedalava com a malta há algum tempo.

Aliás, nos últimos meses, muito do pessoal deixou praticamente de pedalar, entregando-se completamente à ronha. Uns, não se sabe por onde param, outros, devido ao inverno rigoroso que se tem feito sentir, hibernaram ou refugiaram-se no ginásio. Já no Domingo passado, a tão apreciada (e dura) voltinha de Caneças, finalmente feita na sua versão integral, da qual consta um espectacular single com quatro travessias de uma ribeira, tinha registado um reduzido número de presenças.

Mas vamos ao que interessa, que como se costuma dizer, só faz falta quem cá está. Após algumas negociações, o ponto de encontro foi marcado para Alfragide, no parque de estacionamento de uma conhecida cadeia de lojas de material desportivo, cujo nome começa por D, termina com N e tem pelo meio ecathlo.

 

Preparativos iniciais

 

A minha Surly 1x1 que já leva mais de 3500 km

 

A Genesis do MM com os seus novos BB7

 

A Sobre do RA, com os seus punhos verdes e espaçadores multicolores

 

Como de costume, para fazer render o peixe, arranquei de casa a pedalar. Subi a Serra de Carnaxide a partir da Matinha de Queluz e, após passar junto ao cemitério da Amadora, desci para Alfragide. Esta operação não foi muito agradável, pois à hora em que comecei a pedalar (7h45) fazia um frio de rachar.

Cheguei ao local de partida já com um furo na roda da frente (feito em estrada), mas que felizmente o tubless vedou.

Após as habituais conversas relativas ao frio, aos baldistas e às últimas alterações mecânicas das bikes, lá arrancámos para os trilhos, onde fomos guiados pelo RA, profundo conhecedor da zona. Percorremos Monsanto todo, de lés a lés e fizemos trilhos variados e para todos os gostos, onde, como não podia deixar de ser, imperavam os singles, alguns bem fechados, sinuosos e técnicos. Vários trilhos foram uma novidade para mim e outros, que já conhecia, foram feitos no sentido contrário ao usual. Não faltaram também as belas subidas, umas mais físicas (como a paralela à auto-estrada) e outras mais complicadas para as SS, devido à sua grande inclinação e piso com pouca tracção.

 

1º Furo do MM logo nos trilhos iniciais

 

Enchendo a Câmara de ar com a boca

 

Final de um single bem difícil de subir, após o moinho das cruzes

 

Troço muito enlameado da subida da auto-estrada

 

RA a puxar pela Sobre

 

E vão dois. Desta vez na roda de trás para ser mais complicado.

 

Neste Camelback há de tudo, como na farmácia

 

MM a bombar num dos mais espectaculares singles de Monsanto

 

Nuno, já vai sendo tempo de arranjares uma SS...

 

 

Rampa antes do hospital

 

O terreno encontrava-se algo pesado e lamacento, mas nada que limitasse muito a nossa progressão.

O MM, que vinha todo contente a estrear os seus novos BB7, esteve em maré de azar, já que furou duas vezes. Ossos do ofício.

 

O grupo à chegada...sempre em forma

 

Mais uma manhã bem passada a pedalar, onde a boa disposição e os singles fantásticos de Monsanto fizeram esquecer o frio intenso.

Quem não foi, fez muito bem em ficar em casa, no sofá, frente à lareira, que isto de pedalar com lama e baixas temperaturas é só para malta rija.

 

PM

 

tags: ,

publicado por pedramarela às 21:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

Fim de Ano em Monsanto

Vídeo de um passeio na tarde do dia 31/12/09 no Parque Florestal de Monsanto(Lx).

 

MR & NF


publicado por pedramarela às 11:54
link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Dezembro de 2009

Monte Santo - Abençoados Trilhos

 

Este final de 2009, em termos betetísticos, tem sido, para mim, de pouca quantidade mas de altíssima qualidade.
Primeiro o excelente passeio na Serra de Grândola, quinze dias depois (hoje) uma volta memorável no Parque Florestal de Monsanto, em Lisboa.
Cerca de 40km e 1000m de desnível acumulado em subida, apresentados pelo Rui Algarvio, um grande conhecedor dos trilhos locais.

 

 

Apesar das últimas chuvadas, os trilhos encontram-se cicláveis, macios e já envolvidos por uma vegetação bem verdinha, crescida recentemente. Vêem-se ainda algumas folhas amareladas e acastanhadas, à espera que os ventos a chegar, as atirem ao chão. Lindo! Algumas árvores, cuja velhice não resistiu aos vendavais, estão caídas, o que pontualmente nos obrigou a desmontar.

 

 

Pedalo em Monsanto há, pelo menos, 15 anos e hoje fiquei a conhecer dois trilhos onde nunca tinha passado... vantagens de ter um guia deste gabarito! Fizémos também alguns outros em sentido contrário ao meu habitual, o que funciona também como novidade.
O facto de termos partido do estacionamento da Serafina permitiu-nos fazer a totalidade da quilometragem nos trilhos de Monsanto (mesmo), o que não é o que acontece normalmente, pois costumamos sair de casa e regressar a pedalar, para evitar a confusão de trânsito, e por isso a distância percorrrida dentro do Parque é sempre muito menor que a de hoje. Mais uma vantagem a favor do modelo hoje adoptado...

 

 

Single Tracks com fartura, alguns bem enlameados que fizémos a descer, com a roda de trás bloqueada, deslizando em slide encosta abaixo. Subidas, subidinhas e subidonas (incluindo a paralela à rampa da A5). Uma maravilha!!! Mesmo para o Mário que, apesar da pouca prática de BTT, se fartou de curtir e mostrou uma rápida e fantástica adaptação às técnicas de condução específicas do fora da estrada (onde pedala há muito mais tempo).

 

 

Para além dele, do Rui e da minha pessoa, participaram também o Marco e a sua habitual boa disposição  e o Miguel que levou a sua carboverdiana Mojo a conhecer o Monte Santo (Santíssimo, digo eu...). O homem anda embeiçado com o seu novo brinquedo e tem razões para isso.

Ambiente descontraído, 6 estrelas (numa escala de 1 a 5).

Resta-me acrescentar (last but not least) que as bicicletas sem mudanças estiveram em maioria (Rui, Marco e Eu) e que fico ansioso pela próxima volta com este espírito primordial do BTT.
Quando conseguiremos juntar os cinco pedrAs single speeders ( e mais alguns amigos, claro) numa volta como esta?!

 

 

Votos de um Bom Ano de 2010, com saúde e boas pedaladas (dessas e das outras)!

 

 

 

FG

 

tags: ,

publicado por pedramarela às 18:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 12 de Dezembro de 2009

Video SS Monsanto

Já foi há uns meses, mas fica aí o vídeo feito em duas voltas SS em Monsanto (Lx).

 

 

 

Boas pedaladas (dessas e das outras)!

FG

 

 

música: George Thorogood "Bad to the Bone"

publicado por pedramarela às 01:15
link do post | comentar | favorito

.pedrAmarela BTT


. sobre nós

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Fim de Semana em Penha Ga...

. Singletracks de MonSSanto

. MonSSanto - 12 de Novembr...

. Pantera Azul Ataca em Mon...

. MonSSanto - 01-Nov-2010

. Pantera Azul - mais um qu...

. MonSSanto 100% SS - 22-10...

. 5000 km SS

. Monsanto 23 de Maio 2010

. O privilégio de ter Monsa...

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds