Sábado, 11 de Setembro de 2010

Foto-Report Passeio Aniversário Grândola

Serra de Grândola à vista. A civilização vai ficando para trás.

 

 

O Inverno rigoroso não poupou alguns trilhos.

 E o pó não nos poupou a nós.

 JC, sempre fresco, ensaia umas habilidades para a fotografia.

 

 

 Rampa inclinada que antecede a torre de vigia.

 Avista-se o mar no horizonte.

 MM armado em vigia.

 

 

 

 MR no início de uma descida com um final atribulado.

 

 

 

 

 As inúmeras ribeiras de Grândola estavam todas sequinhas.

 

 

 

 

 

 

 

 Abastecimento de sólidos.

 Abastecimento de líquidos.

 Não se pode para um bocadinho que é logo isto...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Enquanto uns metiam água...

...outros metiam ar.

 

 Peço-lhe para ir devagar para tirar uma foto e o homem atira-se ao chão. Não era preciso tanto.

 

 

 

 O característico trilho que segue ao longo de uma ravina.

 

 

 

 

 

 Porto de abrigo após uma longa subida feita sob um sol abrasador.

 

 

 

 

 Em busca do single perdido.

 Então mas o ano passado não havia aqui um single?

 Acho que já o encontrei!

 

 

 

 

 

 Uma das várias vedações e cancelas que tivemos de passar.

 

O pudor impede-me de colocar imagens das cenas de pura alarvice que se passaram no jantar que se segiu.

 

PM


publicado por pedramarela às 20:29
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

Vídeo do passeio de 15º Aniversário

Ora aí está mais um (excelente!!!) vídeo do Miguel, desta vez sobre a volta de Grândola do dia 5 de Setembro de 2010, data do 15º aniversário do melhor grupo de betetistas de Portugal e arredores. Oram curtam :

 

 

FG


publicado por pedramarela às 22:25
link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Setembro de 2010

Festa de Aniversário em Grândola

Pois é. Já temos quinze anos de pedrAmarela.

Nascemos exactamente no dia 5 de Setembro de 1995 em Sintra, no marco geodésico da pedra amarela situado no cabeço da raposa, um dos mais belos locais da serra da lua.

Cumprimos o nosso 15º aniversário num outro magnífico local : a serra de Grândola, paraíso do BTT no Alentejo. Foi um passeio em que repetimos um track gravado pelo amigo Rui Matias (mais uma vez obrigado), com 80 km e 1500m de desnível acumulado, passando por muitos dos belos single tracks da serra.

Foi pena que vários dos membros da pedrAmarela não pudessem ter comparecido, mas mesmo assim tivémos 9 pedalantes : Marco M, Carlos P, Rui A, Jorge C, Pedro M, Nuno D, Miguel A, Miguel R e Fernando G.

 

A volta começou junto às piscinas municipais da Vila Morena e aqui podemos ver o grupo, faltando apenas o Jorge, que foi quem disparou a máquina (aparecerá noutras...).
Eram 9 e picos da matina e o tempo estava excelente. O track começa mesmo ali e apanha logo um pequeno e estreito  trilho que nos leva até "fora de portas".

 

Aí está a paisagem de floresta mediterrânica típica desta lindíssima serra.

 

Marco Messias, o homem com o GPS "mais fiável"... eheheheh

 


1ª novidade em relação à última vez que cá tínhamos estado (Dez de 2009): um novo posto de vigia de fogos florestais, onde alguns de nós subiram e estiveram à conversa com o simpático guarda. Outros, claro, aproveitaram para comer umas barritas, sandes e etc...

 

Voltámos aos trilhos. Apesar dos vales profundos e das sombras existentes em muitos locais, o calor começava a aparecer...

 

A certa altura passámos por um monte, onde uma simpática senhora nos deixou reabastecer de água. Já começávamos a sentir falta dela...

 

 

Claro que a malandragem aproveitou logo para para mais um bocado à sombra de um chaparro e vá de morfar outra vez. Cambada de galifões!

Para dali levantarmos ferro teve que ser à custa das ameaças do nosso "capataz" Marco...

 

E assim, lá voltámos aos trilhos, com o calor a apertar cada vez mais. Começavam também já a notar-se as "pequenas" diferenças ao nível da condição física dos diversos participantes....
Chegou a altura de percorrermos um dos mais conhecidos trilhos desta serra: um single track fantástico que acompanha uma ribeira, seca nesta altura do ano. O trilho é estreitinho e não admite distracções pois o desnível para o lado direito (onde fica a ribeira) é um bocado assustador...
A seguir, e na hora do calor a sério apanhámos a maior subida do dia, numa zona com menos vegetação..... valeram-nos as mangueiras e a água que encontrámos pelo caminho.
Eis um desses locais - uma bela casinha mesmo no alto dessa subida:
Tivemos depois a surpresa desagradável do passeio : um dos trilhos que mais gozo nos tinha dado fazer em Dezembro do ano passado, desapareceu praticamente na sua totalidade, devido  ao estado do terreno actualmente bastante seco e lavrado em muitos locais. Ainda assim, deu para fazer uns bocadinhos, como este em que vemos o Nuno a "largar os travões"...
O calor continuava a apertar e alguns "empenos" também... pelo que todos os pontos de água foram aproveitados para banhos, semi-banhos e outras lavagens mais ou menos ortodoxas...
Sendo um passeio de aniversário (...e mesmo que não fosse...) acabou à mesa do restaurante, evidentemente. Desta vez, porém, houve a surpresa do bolo. Bem bom !
Foi mais um passeio memorável.
Ficamos agora à espera da publicação das fotos do PM e do vídeo do Miguel !
Boas pedaladas (dessas e das outras) por muitos e bons anos.
FG

publicado por pedramarela às 22:47
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

15º aniversário

Pois é, vamos completar quinze aninhos....
Foi precisamente no dia 5 de Setembro de 1995 (foto do cabeçalho) que nasceu este grupo de betetistas.

Nessa data, eu e o amigo Carlos Glória resolvemos "dar início" à pedrAmarela, que logo nos dias seguintes, aliás, seria enriquecida com mais  elementos. Alguns não têm aparecido muito... mas enfim, somos actualmente três dezenas e há os que  continuam a dar ao pedal com fartura (... uns mais que outros, evidentemente).

 

No próximo dia 5 vamos comemorar a nossa longevidade! Passeio em Grândola (claro!) seguido de um "petisco"....que ninguém falte!

 

Quanto ao 16º ano, esperemos que traga menos chuva (eheheheh...), mais pedaladas (dessas e das outras...) e mais tolerância entre as perspectivas diversificadas em relação à prática do btt existentes no seio do grupo.

Cada um vê as coisas do seu prisma mas, de acordo com o espírito fundador deste grupo, todos têm o mesmo valor, pedalem mais ou menos, mais depressa ou mais devagar, na terra, no asfalto ou no ginásio, em ultramaratonas ou "passeios de empenados". Divertimento e companheirismo acima de tudo!

 

Pelo menos, é assim que eu vejo (e tenciono continuar a ver) as coisas.

Abraços!

 

Fernando Godinho


publicado por pedramarela às 00:45
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Medronhos, Cogumelos e os 7 Caramelos

Eis o vídeo do excelente passeio de dia 13 de Dezembro de 2009:

FG

música: Ben Harper, Fool for a Lonesome Train

publicado por pedramarela às 01:08
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

Grândola de novo - o melhor do BTT

Quem vê esta foto e conhece a Serra de Grândola, certamente reconhecerá um dos mais famosos single tracks do local, num dos muitos magníficos vales por onde podemos pedalar.

A Serra de Grândola é, sem dúvida, um dos mais belos locais para a prática do BTT em todo o nosso país.

 

 Graças à insistência do Marco (obrigados por isso, amigo!)  lá voltámos a estes fantásticos trilhos, desta vez com bom tempo e com a possibilidade de cumprir a totalidade do percurso previsto.

 

 

Este é o Tiago, um amigo que se juntou ao grupo de pedrAs, constituído por : Marco Messias, Carlos Pinto, Miguel Romão, Miguel Antunes, Rui Algarvio  e Fernando Godinho.

 

 

 

Aí está o nosso timoneiro, grande Marco, seguindo o seu GPS, onde corria o track gentilmente cedido pelo Rui Matias, a quem agradecemos e prestamos  homenagem pelo extraordinário percurso. É preciso conhecer muito bem a Serra e percorrer os seus trilhos durante muitos anos para conseguir desenhar um trilho destes. Para todos os participantes foi o seu recorde de single tracks. E que single tracks. Lindíssimos, percorrendo aquela paisagem típicamente mediterrânica que tanto nos agrada. 

 

 

 

O tempo esteve excelente, algum frio matinal, que rápidamente desapareceu; sol e ausência de vento durante todo o dia. 80km de BTT de primeira qualidade!

 

 

Eis o Miguel Romão com a sua nova Ibis Mojo. Eu, ele e o Miguel Antunes fizémos a viagem juntos, depois de algum atraso na partida de Porto Salvo, devido, entre outras coisas,  a um incidente de desobediência protagonizado pelo Pluto, o cachorro do Miguel....

Na rotunda à saída da auto-estrada encontrámo-nos com o Tiago e seguimos até ao complexo de piscinas de Grândola, onde já estavam os restantes companheiros.

O track tem início precisamente nesse local. 

 

O percurso é todo ciclável, excepto numa pequena rampa (foto) e constítuido por trilhos de vários tipos. Estreitos caminhos rurais, estradões mais modernos, travessia de ribeiras, e muitos, mas mesmo muitos single tracks, alguns dos quais serpenteando através de vales profundos ainda com pouca água, mas já bastante verdejantes, cheios de cogumelos e de medronhos. Maravilhoso!

 

 

 

A volta terminou já ao cair da noite (escurece cedo nesta altura do ano) e já com algum friozinho.... nada melhor, então, que um momento de reflexão sobre o pedalado, à volta de uma mesa com uma sopinha de feijão bem quente, umas bifanas e as respectivas imperiais e ainda umas fantásticas e gigantescas queijadas de requeijão que, de acordo com o dono do café, vieram de Alcácer-do-Sal. Grande terra e belos bolos.....

 

Aqui temos, em primeiro plano, o Miguel Antunes autor da maior parte das fotografias aqui presentes. Em segundo plano está o amigo Carlos Pinto, um dos dois portistas existentes a sul do Tejo e possuidor de uma bicicleta a que falta uma peça na suspensão da frente.

As outras fotos foram feitas pelo Miguel Romão, que brevemente irá mostrar mais algumas no seu blog pessoal.

Brevemente penso também colocar aqui um vídeo que fui fazendo ao longo da volta.

 

da esq p dir: Rui A, CarlosP, MarcoM, MiguelR, MiguelA, FernandoG, Tiago

 

VOLTAREMOS!!!!

 

Boas pedaladas (dessas e das outras)!

FG

 

tags:

publicado por pedramarela às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

1º de Dezembro na Serra de Grândola

 

 

Depois de uma primeira tentativa no Domingo passado, na qual os intervenientes nem conseguiram pôr as bikes em cima do carro, tal era a carga de água, concretizou-se no feriado do primeiro de Dezembro uma nova incursão à serra de Grândola.

Desta vez, dado que não se esperava chuva forte, resolvi juntar-me ao grupo inicial, que era constituído pelo Marco Messias (o ideólogo da volta), pelo Carlos Pinto e pelo Mário (novo recruta, oriundo da estrada e que se aguentou muito bem).

O objectivo era seguir um track marcado pelo Rui Matias, com cerca de 76 km e que dava pelo nome de “singletracks Grândola 2008”. Algo parecido com o que já tínhamos feito em Junho de 2007 com um grupo maior, tendo então por guia o próprio autor do track.

 

Mário, MM, CP e PM

 

Arrancámos junto às piscinas de Grândola, ainda não eram nove horas. Apesar do céu nublado, não se previa chuva e os trilhos pareciam em bom estado.

 

 

 

Uma das muitas vedações a transpôr

 

 

 

                          O meu indica para a esquerda...

 

                           ...e o meu para a direita.

 

A navegação iria ser feita pelo MM e pelo CP. Esta não foi muito fácil, pois o terreno é bastante fechado, os trilhos são sinuosos, variados e muito perto uns dos outros, tornando difícil perceber qual deles seguir. Por outro lado, alguns trilhos eram pouco visíveis ou tinham sido lavrados recentemente. Tudo isto levou a algumas hesitações e enganos. Diga-se que a quantidade de vedações, cujas cancelas é necessário abrir e voltar a fechar, também chateia um bocado. Mas lá fomos avançando, sem pressas. Não tínhamos horários a cumprir, pelo que só estávamos preocupados em gozar estes excelentes trilhos e paisagens, num ambiente de boa disposição.

 

 

 

 

 

                            Habitante local

 

Apesar das chuvadas dos últimos dias, o terreno apresentava-se em bastante bom estado e praticamente sem lama, estando as ribeiras com muito pouca água. A serra estava magnífica. Viçosa, cheia de verde e de cogumelos. A paisagem era dominada pelo costumeiro e constante sobe e desce, no qual os vales profundos, onde correm inúmeras ribeiras, alternam com subidas, mais ou menos longas e mais ou menos difíceis, que nos levam ao cimo de montes, onde ocasionalmente surge uma ou outra habitação dispersa. A vegetação é abundante e essencialmente constituída por sobreiros, azinheiras, medronheiros e outras árvores e arbustos típicos deste micro clima. Ocasionalmente, por entre a vegetação, avista-se o mar e a praia de Melides.

 

                        Marco no alto do Marco Geodésico da Atalaia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com vinte e poucos quilómetros percorridos, ainda nem tínhamos pois feito metade do percurso, começa a cair uma chuvinha miudinha. Esta, inicialmente não constituía nenhum problema, mas, pouco a pouco, foi engrossando, puxada por vento de Sul, tornando-se preocupante. Vestimos os impermeáveis e abrigámo-nos num curral em ruínas para ver como evoluía a situação. Infelizmente a chuva “agarrou” mesmo e não se vislumbrava possibilidade do tempo abrir. Dado que ainda faltavam bastantes quilómetros, num percurso nada fácil, e dado que aquilo era um passeio para desfrutar e não uma maratona para nos martirizarmos, optámos por uma retirada estratégica. Descemos então a serra toda por estrada, debaixo de chuva, até Grândola. E o que nós desejámos que aquilo fosse a subir. É que o raio da descida nunca mais acabava e já estávamos bem ensopados e enregelados. O que vale é que não perdemos  a boa disposição e lá nos fomos animando mutuamente com algumas larachas.

 

 

 Preparativos para a chuva

 

 Nos curros, a ver se a chuva passa

 

Depois de adiado, o passeio ficou agora inacabado. Parece que esta serra não quer nada connosco. Mas não perde pela demora. Havemos de lá voltar numa próxima oportunidade para percorrer todos os metros deste enguiçado track.

 

PM

 

tags:

publicado por pedramarela às 20:27
link do post | comentar | favorito

.pedrAmarela BTT


. sobre nós

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Foto-Report Passeio Anive...

. Vídeo do passeio de 15º A...

. Festa de Aniversário em G...

. 15º aniversário

. Medronhos, Cogumelos e os...

. Grândola de novo - o melh...

. 1º de Dezembro na Serra d...

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds